Tecnologia otimiza trabalho de catadores de materiais recicláveis em Itumbiara, Goiás

A Estação Reciclar, Associação de Catadores de Materiais Recicláveis em Itumbiara, Goiás, tem se desenvolvido a passos largos desde que teve início o projeto Inclusão Empreendedora, uma parceria do Instituto Camargo Corrêa com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Sustentável) e ISES – Instituto de Socioeconomia Solidária. Ao longo dos últimos dois anos, a associação ganhou novo galpão e equipamentos, os profissionais passaram por capacitações e foram treinados em ferramentas de gestão.

Porém, o desenvolvimento da Estação Reciclar não parou por aqui. A mais recente conquista do projeto é um software de gestão específico para empreendimentos de catadores, resultado de uma parceria entre a Fundação Boticário, o BNDES e a Cicla Brasil. “O Catafácil tem uma interface muito simples de usar. Ele organiza, agiliza e facilita a entrada, processamento e saída de informações, sejam elas relacionadas à gestão financeira, contábil ou à produção. O software possibilita que as anotações e registros sejam feitos diretamente no computador, favorecendo o acesso e controle de informações”, explica Marcel Souza, Consultor de Negócios Inclusivos do ISES.

Com os documentos organizados, fica mais fácil e rápido fazer pagamentos, prestar contas e gerar relatórios. O trabalho fica mais organizado, os trabalhadores ganham autonomia e todo o processo se torna mais transparente. Segundo Marcel, os integrantes da Estação Reciclar já estão em treinamento e, em breve, poderão usufruir de todos os benefícios que o software oferece.



Deixe uma resposta